Início / Comunicados / NOTA ÁREA DE VEGETAÇÃO IMPACTADA PELOS REJEITOS – SEMAD

NOTA ÁREA DE VEGETAÇÃO IMPACTADA PELOS REJEITOS – SEMAD

IEF MAPEIA ÁREA DE VEGETAÇÃO IMPACTADA PELOS REJEITOS

 

Layout 1 - Zona de Amortecimento

 

O Instituto Estadual de Florestas (IEF) divulga os dados da avaliação preliminar dos impactos dos rejeitos provenientes do rompimento da Barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, sobre a área de vegetação do local.

As análises foram feitas por meio de interpretação de imagens de satélite dos dias 18 de janeiro, data anterior ao rompimento, e 27 de janeiro, data posterior ao desastre.

A área total ocupada pelos rejeitos, que parte da Barragem B1 até o encontro com o Rio Paraopeba, foi de 290,14 hectares. Deste total, a área da vegetação impactada representa 147,38 hectares.

O Instituto Estadual de Florestas divulga também a avaliação dos impactos dos rejeitos dentro de unidades de conservação.

Na APA SUL, foram impactados 10,68 hectares. Essa parcela representa essencialmente parte da própria área da Barragem B1. Além disso, os rejeitos afetaram parte da zona de amortecimento do Parque Estadual da Serra do Rola Moça, totalizando 225,20 hectares.

O levantamento será usado para avaliar a extensão dos danos sobre a flora nativa e determinação de medidas compensatórias e reparadoras.

O IEF permanece acompanhando os danos ao meio ambiente provenientes do rompimento da Barragem B1 e avaliará possíveis outras áreas de vegetação e unidades de conservação que, por ventura, venham a ser impactadas.

 

Layout 2 - APA Sul

 

 

Vegetacao Impactada 1

 

Vegetacao Impactada 2

 

 

Sobre Sindsema

Veja também

O Sindsema convoca os servidores para o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência

O Sindsema conclama os servidores a participarem do Dia Nacional de Luta em Defesa da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *