quinta-feira , maio 28 2020
Início / Clipping / Fim das atividades da Vale vai gerar impacto de R$ 220 milhões por ano

Fim das atividades da Vale vai gerar impacto de R$ 220 milhões por ano

A estimativa foi feita pela Secretaria de Estado de Fazenda

O Tempo / Divulgação

O governo de Minas Gerais se manifestou pela primeira vez após a decisão da Vale de encerrar as atividades de todas as barragens que usam modelo de acúmulo a montante no Estado. De acordo com levantamento feito pela Secretária de Estado de Fazenda, “ a estimativa é que o impacto anual seja de, aproximadamente, R$ 220 milhões”.

“A decisão da Vale de fechar todas as barragens de rejeitos de mineração construídas nos mesmos moldes da B1, da Mina do Feijão, em Brumadinho, e da Barragem do Fundão, em Mariana, trará impactos ambientais e econômicos ao Estado. A suspensão de operações nas barragens a montante localizadas em Minas Gerais representa, na prática, uma diminuição de cerca de 30% na arrecadação de tributos estaduais do setor de mineração”, diz o comunicado do governo.

Já em relação à Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), administrada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), a redução anual será de aproximadamente R$ 79 milhões. O cálculo do impacto não leva em consideração os efeitos indiretos na cadeia produtiva e econômica do setor.

De acordo com o comunica o comunicado do governo , o corpo técnico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente é favorável a empreendimentos que façam uso de tecnologias alternativas à disposição de rejeitos em barragens, iniciativa que a Semad e a Fundação  Estadual do Meio Ambiente (Feam) já vêm fomentando”.

 

Fim das licenças

 

A Semad publicou na terça-feira (29), resolução suspendendo todas as análises de licenciamento de barragens, independentemente do modo construtivo, até que novas regras sejam estabelecidas pelos órgãos federais competentes.

FONTE: O Tempo 

Sobre Sindsema

Veja também

Agente do Ibama é agredido com garrafa no rosto em operação contra desmate

Fiscais foram cercados após apreenderem caminhão no Pará Por Phillippe Watanabe – Portal Folha de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *