quinta-feira , maio 28 2020
Início / Clipping / Autoridades e especialistas discutem desafios da proteção ao meio ambiente em seminário

Autoridades e especialistas discutem desafios da proteção ao meio ambiente em seminário

Em Brasília, a Procuradoria-Geral da República e a Escola Superior do Ministério Público promovem seminário internacional sobre os avanços e os desafios da proteção ao meio ambiente.

A agressão ao meio ambiente é um risco para a vida. Como viver sem as florestas, sem os animais, sem água? Ela não está mais em todos lugares. Especialistas e autoridades de vários países discutem neste seminário o papel do Poder Judiciário e do Ministério Público para fazer valer o direito de todos nós termos um meio ambiente equilibrado.

Como foi dito no seminário, o Brasil um país com nome de árvore, já permitiu a devastação de 20% da sua maior floresta.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou que um dos objetivos é buscar uma atuação mais efetiva do Ministério Público na proteção do meio ambiente: “não queremos que essa defesa e essa proteção seja sucessivamente adiada. É importante que tomemos medidas para as gerações presentes, para que elas assumam, concretamente, no seu dia a dia, a defesa da proteção ambiental”.

Os ministros do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia e o presidente da Corte, Dias Toffoli, também participaram. Toffoli lembrou que proteger a natureza está na Constituição: “o Poder Judiciário brasileiro e as funções essenciais da Justiça têm esse dever de cumprir a Constituição e nós temos que lembrar, em primeiro lugar, nós, que somos profissionais de Direito, que nossa Constituição impõe e determina a proteção do meio ambiente como dever de todos, de toda sociedade”.

FONTE: G1

Sobre Sindsema

Veja também

Agente do Ibama é agredido com garrafa no rosto em operação contra desmate

Fiscais foram cercados após apreenderem caminhão no Pará Por Phillippe Watanabe – Portal Folha de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *